Sem espaço para ceder a essa (de)pressão que por aí anda, valorizo o que há de melhor na ala norte da casa: o entusiasmo de cozinhar e a alegria de partilhar a mesa.