Os sabores orientais sempre marcaram presença na minha cozinha, antes e agora que cozinho mais. Tenho imensa curiosidade sobre as diversas cozinhas asiáticas, da India à China, passando pelo Japão, Vietname e Tailândia. O caril faz parte das minhas memórias de infância e, mais do que as versões que agora preparo, onde entra o leite de coco, esta versão de caril de frango que hoje apresento está mais próxima da que a minha mãe preparava.

frango de caril

caril de frango

frango de caril

caril de frango

Nas últimas semanas têm sido muitos os pratos asiáticos seguindo receitas ou inspirados nos ingredientes que invadem a minha despensa. Entre caris e sopas de noodles, pão naan, chapata e outros, preparei, também, arroz com caldo de miso e bambu, uma receita surpreendente que em breve apresentarei por aqui. Por agora fica este caril de frango que é uma receita do século XIX, de Paul Plantier e que podem encontrar no meu livro Cinco Séculos à Mesa. E porque falamos do Oriente, eis um artigo escrito por Sara Figueiredo Costa, publicado na Revista Parágrafo, suplemento cultural do jornal Ponto Final de Macau. A crítica foi feita em novembro, por ocasião do lançamento do meu livro.

frango de caril

caril de frango

A gastronomia portuguesa e goesa ocupam um lugar de destaque na história da alimentação e com influências partilhadas. Garcia de Orta, autor da obra quinhentista Colóquio dos Simples e Drogas, alentejano de nascimento, vai morrer a Goa onde se encontra estabelecido como médico, depois de completar estudos nas Universidades de Salamanca e Alcalá de Henares. Embarcando com a armada de Martim Afonso de Sousa com destino à Índia, inicia-se na cozinha indiana, goesa e luso-goesa, levando, de mãos dadas, a gastronomia e a medicina. Na sua obra, conhecida em todo o mundo, a narrativa faz-se através dos diálogos entre ele próprio e o médico espanhol Ruano. Os imaginários colóquios têm lugar na casa de Garcia, na parte alta e ocidental de Goa, espaço que partilha com escravos e criadas, entre as quais a hábil cozinheira Antónia que, entre outras delícias, lhe prepara canja, conservas em vinagre ou achar e uma irrepreensível galinha de caril. Galinha ou frango com caril continua, ao longo da história, a ser levado à mesa e a agradar ao palato dos portugueses, por aqui ou em terras mais exóticas.

 

frango de caril

caril de frango

Frango com caril

Ingredientes: 1 frango; 60 g de manteiga; 2 cebolas; 40 g de farinha; 26 g de pó de caril; sal; pimenta; 500 ml de água; 500 ml de caldo de galinha.

Preparação: 

Cortar o frango como para fricassé. Colocar numa caçarola a manteiga e cebolas cortadas em dados. Acrescentar o frango. Polvilhar com a farinha, pó de caril, sal e pimenta. Mexer tudo em lume brando cerca de dois minutos. Adicionar a água e o caldo. Deixar cozer em lume médio. Quando o frango estiver cozido, colocar no prato e cobrir com o molho.

Sugiro servir com arroz branco.

Serve 4.

frango de caril

caril de frango

frango de caril

caril de frango