Reparo agora que sendo eu a sopeira que sou, tenho negligenciado a publicação das imprescindíveis sopas. Não que elas faltem à nossa mesa. Nada disso. São uma constante. Obrigatoriamente! As meninas adoram sopa e o jantar começa sempre com esse ritual.

Hoje partilho este creme de favas. Porque elas têm sido protagonistas de muitas refeições. Um creme que fica aveludado e colorido se tivermos paciência para retirar a casquinha da fava. Mãos à obra!

O que usei:

2 chávenas de favas cozidas sem pele

2 cenouras médias

2 batatas grandes

1 cebola grande

1 colher de chá de cominhos em pó

1 colher de café de coentros moídos

azeite

sal q.b

pimenta preta moída q.b

hortelã e coentros picados

bacon tostado para servir

Como procedi:

Salteei a cebola no azeite quente. Juntei as especiarias para libertarem os seus sabores. Deixei em lume brando cerca de 3 minutos. Acrescentei os restantes ingredientes. Deixei saltear mais 2 minutos. Adicionei  água quente. Deixei cozinhar cerca de 15 minutos. Temperei. Passei a varinha mágica até obter um creme aveludado. Servi polvilhado com hortelã e coentros frescos e bacon tostado.

*origem da palavra fava